viernes, 13 de febrero de 2009

E no início era o tremoço

Ela era tímida
Ele era atrevido
Ela era linda de morrer
Ele comia tremoços
Ela estava a fazer-se difícil
Ele decidiu atirar-lhe umas casquitas de tremoços
Eles não me contaram detalhes da primeira dança
Eu nasci uns anos depois, ... há 35.

3 comentarios:

DdCastro dijo...

:)

MaB dijo...

Bela história esta! Quem diria que os tremoços teriam qualquer coisa que contar! Parabéns! beijos

Ana paula dijo...

E eu servia de "vela", mas uma vela com a chama adormecida.

Bjs